HOME Back

Use the

Planning a Trip to Japan?

Share your travel photos with us by hashtagging your images with #visitjapanjp

Matengai Cliff Matengai Cliff

SHIMANE Ilhas Oki As ilhas remotas do Mar do Japão estão a mundos de distância do Japão moderno

Ilhas do arquipélago japonês com ecossistemas singulares

Parte do Parque Nacional Daisen-Oki é reconhecida como um Parque Geográfico Global da UNESCO desde 2013, e apenas 4 das cerca de 180 Ilhas Oki são habitadas. As ilhas são um local ideal para esportes aquáticos, passeios e caminhadas.

 

 

Não perca

  • Vistas do pôr do sol sobre Rosoku-jima (Ilha da Vela)
  • Caminhada ao longo da impressionante Costa Kuniga
  • Saborear frutos do mar pescados na região

Como chegar

O acesso às Ilhas Oki é restrito aos transportes aéreo e marítimo. Já na ilha, você pode pegar táxi, alugar um carro ou até mesmo uma bicicleta.

As balsas saem do Porto de Shichirui na Cidade de Matsue e do Porto de Sakaiminato na Cidade de Sakaiminato, na Província de Tottori. A viagem de balsa leva cerca de 2 horas e meia, e a frequência das saídas é maior nos meses de verão e menor, no inverno. Portanto, verifique os horários com antecedência. Há também serviços de barco rápido em ambos os portos. Sempre verifique a página do Oki Kisen  para obter informações atualizadas.

O Aeroporto de Oki, em Dogo, recebe voos do Aeroporto Internacional de Osaka, com duração de 50 minutos, e do Aeroporto de Izumo, de 30 minutos.

As balsas ligam todas as quatro as ilhas. Serviços de ônibus são limitados, então alugar um carro lhe dá mais liberdade para visitar os locais. Alugar uma bicicleta para explorar a região também é uma opção.

Praias, costas e mares

As águas que cercam as Ilhas Oki são excepcionalmente claras, perfeitas para atividades aquáticas e atividades de lazer como natação, mergulho com snorkel, caiaque e pesca. Você pode fazer aulas de mergulho ou, se tiver experiência, alugar equipamentos e mergulhar sozinho.

Grande parte da costa acidentada é perfeita para caminhar e passear. As encostas gramadas do Penhasco de Matengai estão a 257 metros acima do surf. Não perca o pôr-do-sol visto da ponta da Ilha da Vela (Ilha Dogo).

Para aqueles que procuram algo mais extenuante, faça uma caminhada no Monte Daimanji - mais de 600 metros acima do nível do mar. Esta montanha tem muitas trilhas para caminhadas que levam a estranhas formações rochosas naturais e um misterioso santuário onde as antigas divindades da floresta ainda são adoradas.

Alternativamente, caminhe até o topo do Monte Takuhi. Do cume desta montanha de 450 metros de altura, você pode observar o mar azul e as ilhas ao redor.

São pouquíssimos ônibus circulando na região, o que deixa um passeio de bicicleta ainda mais gostoso e seguro. Alugar uma bicicleta acaba sendo uma opção conveniente para explorar as ilhas e apreciar a paisagem com calma. Andar de bicicleta é uma maneira conveniente de se locomover e apreciar a vista.

Fazendo um cruzeiro

Itinerários alternativos incluem explorar o litoral a partir do mar em um dos inúmeros passeios de barco organizados. 

O AMANBOW , barco com fundo de vidro para observação subaquática revela o mundo submarino das Ilhas Oki. Um cruzeiro pelo canal que foi construído para abrir o istmo entre a Ilha Nishino e a pitoresca costa de Kuniga oferece a oportunidade de conhecer mais do modo de vida local e apreciar a topografia espetacular da área.

Uma apresentação insular

Dogo é a maior das Ilhas Oki, com uma circunferência de cerca de 211 quilômetros. A península de Shirashima, a costa de Jodogaura e a Candle Rock - onde os sóis parecem se situar na ponta da torre de rocha de 20 metros que se eleva do mar - são apenas alguns destaques naturais.

Aventure-se no interior para ver o Santuário Dangyo e a Cachoeira de Dangyo . Não perca também a oportunidade de ver o Chichi-sugi, um enorme cedro japonês com espetaculares 800 anos de existência e um formato muito curioso.

 

 

Nishinoshima, com cerca de 3.000 habitantes, é a segunda maior das ilhas habitadas e onde fica a Costa Kuniga. O imperador do Japão Go-daigo foi exilado aqui no século XIV, mas conseguiu escapar depois de apenas um ano.

Visite o Santuário Takuhi-jinja , um templo construído em uma caverna dentro de um vulcão e que tem uma vista privilegiada dos arredores. Já o Santuário Yurahime-jinja foi construído de frente para uma enseada, e a lenda diz que a praia ficou coberta com cardumes de lulas entre dezembro e o Ano Novo. Assista a rituais e cerimônias realizados nesses santuários e em outros lugares na ilha.

As ilhas menores

Nakanoshima é a mais baixa das ilhas, com seu ponto culminante tendo apenas 164 metros. Seu longo litoral inclui as falésias vermelhas de Akiya, que se estendem por 1 quilômetro. Os visitantes podem apreciar a vista das outras ilhas a partir do Farol do Cabo Kirogasaki.

O Imperador Gotoba passou os últimos 19 anos de sua vida no exílio em Nakanoshima, no início do século XIII. Diz-se que a tradição Oki de Sumô de Boi , ainda popular nos dias de hoje, começou aqui como entretenimento para ele. O barco de exploração submarina chamado AMANBOW  parte daqui.

Lar para apenas 600 pessoas, a menor das ilhas habitadas é Chiburijima. Como o solo é muito acidentado, não é muito utilizado para agricultura.

Tanuki - cães-guaxinim - também podem ser encontrados em Chiburijima. Na verdade, este é o único lugar nas Ilhas Oki onde eles vivem, e os tanuki ainda superam em número a população humana da ilha.



* As informações desta página podem estar sujeitas a alterações devido à COVID-19.

Recomendado para você

Inasa
Shimane
On-bashi Bridge
Chugoku

Please Choose Your Language

Browse the JNTO site in one of multiple languages