HOME Back

Use the

Planning a Trip to Japan?

Share your travel photos with us by hashtagging your images with #visitjapanjp

Nijo Castle Nijo Castle

QUIOTO O centro de Quioto Explore a rica história e as tradições culturais do Japão no coração de Quioto

Photo copyright: ©Nijo Castle Office

©Nijo Castle Office

Explore a rica história e as tradições culturais do Japão no coração de Quioto

Quioto era a capital do Japão e a residência do imperador há mais de mil anos. Atualmente, é o lar de algumas das atrações mais populares do Japão. Muitas dessas atrações, incluindo Kyoto Gosho e o Castelo de Nijo , estão localizadas bem no coração da cidade. Você pode passar várias horas explorando o centro de Quioto e ver alguns dos locais mais emblemáticos do Japão.

 

©Nijo Castle Office

 

Não perca

  • O grandioso Castelo de Nijo da era feudal
  • Kyoto Gosho e o espaçoso parque que o rodeia
  • O Santuário Shimogamo-jinja, um dos mais antigos santuários de Quioto
  • A atmosfera tradicional do bairro Nishijin

Como chegar

Chega-se com facilidade ao centro de Quioto de trem ou ônibus partindo da Estação de Quioto.

A maior parte do centro de Quioto possui acesso conveniente através da Linha Karasuma do Metrô Municipal de Quioto ou pela linha privada Keihan saindo da Estação de Quioto. Para visitar os parques Kyoto Gosho, Kyoto Goen e Sento Gosho saindo da Estação de Quioto, pegue a linha Karasuma até Marutamachi ou até a estação Imadegawa. Para chegar ao Castelo de Nijo a partir da Estação de Quioto , pegue a Linha Karasuma até a Estação Karasuma-Oike. Troque para a linha Tozai do metrô municipal de Quioto e desça na estação Nijo-jo-mae. O Santuário Shimogamo-jinja está na Linha Keihan em direção à Estação Demachiyanagi. O templo fica a 10 minutos a pé de lá. A maneira mais simples de chegar no bairro Nishijin é de ônibus. Da Estação Quioto, pegue o ônibus número 9 e desça na parada de ônibus Horikawa Imadegawa.

 

©Nijo Castle Office

 

Uma demonstração de poder no Castelo de Nijo

O primeiro shogun Tokugawa, Ieyasu, construiu esse extravagante complexo em 1603. Ele intencionalmente o construiu perto do Palácio Imperial como uma expressão do seu poder, e para proteger o Imperador.

Os elaborados detalhes arquitetônicos dourados do Castelo de Nijo fazem um contraste gritante com o minimalismo do Palácio Imperial; o castelo é coberto por intrincados entalhes de madeira e painéis pintados de forma extravagante, e conta com fossos duplos e um muro alto para proteção. Um fascinante detalhe é o "rouxinol", assim chamado devido ao som semelhante ao dos pássaros que eles emitem quando você passa por eles. Este era um antigo sistema de segurança, alertando guardas quanto à presença de intrusos.

O enorme complexo do palácio é composto por cinco edifícios principais, todos com numerosas câmaras. Você pode espichar sua cabeça e observar as impressionantes pinturas de quadros de artistas famosos como Kano Tanyu e Naonobu. Aqui você encontra um exemplo espetacular de jardim paisagístico tradicional japonês, bem como um pomar de ameixeiras ornamentais e muitos bordos, que se adquirem brilhantes matizes no outono.

 

©Nijo Castle Office

 

O majestoso Palácio de Quioto

O Palácio de Quioto é a antiga residência da família imperial japonesa. Está vago desde 1868, quando a capital mudou de Quioto para Tóquio.

Atualmente, um muro alto cerca não apenas o palácio, mas exemplares da arquitetura histórica de Quioto.

É possível se registrar em visitas guiadas e para acessar o interior dos edifícios no Escritório Imperial da Casa, dentro do Parque do Palácio Imperial, ou diretamente em frente aos edifícios do palácio.

 

 

Kyoto Gyoen e Sento Gosho

O Palácio Imperial e Sento Gosho estão localizados dentro da área do Kyoto Gyoen.

Durante o período Edo (1603-1867), os imperadores iam a Sento Gosho para relaxar. Apenas dois edifícios permanecem, mas o jardim é esplêndido por si só. Possui um jardim murado pontilhado por serenas lagoas. Os caminhos bem trilhados passam por árvores magníficas e uma variedade de impressionantes plantas e flores. Pode-se acessar Sento Gosho apenas na visita guiada. Você pode se inscrever para o passeio em frente ao palácio.

A Casa de Hóspedes Oficiais da Província de Quioto também está aberta ao público e fica a leste de Gosho.

 

A resposta de Quioto ao Central Park de Nova York, Kyoto Gyoen é um oásis na cidade, perfeito para um passeio à tarde. É um ótimo local para observar as pessoas, pois os locais vêm aqui para caminhar ou fazer um piquenique. Não é necessária nenhuma inscrição para entrar em Kyoto Gyoen, que circunda o Palácio Imperial de Quioto.

Kyoto Gyoen tem uma boa flora para visitar. Um bosque de ameixeiras floresce no início de março, e um bosque de cerejeiras choronas floresce um pouco mais cedo na primavera.

 

 

Defendendo-se do mal em Shimogamo-jinja

Construído no século VI, o Santuário Shimogamo-jinja é um dos mais antigos e importantes santuários do Japão e um dos Patrimônios Mundiais da UNESCO. Juntamente com o Santuário Kamigamo-jinja , é metade do par de santuários Kamo construídos para proteger Quioto do mal.

Shimogamo-jinja é um dos santuários mais sofisticados de Quioto, com uma arquitetura esplendidamente detalhada. O complexo inclui muitos pequenos santuários em um belo cenário na parte nordeste do centro de Quioto, escondido dentro de uma grande floresta que conta com árvores de até 600 anos. Muitos eventos são realizados em Shimogawa-jinja, o mais importante sendo o Festival Aoi realizado em maio, um dos três grandes festivais de Quioto.

 

 

Tecidos tradicionais no bairro Nishijin

O tradicional bairro de Quioto, Nishijin, fica no noroeste do centro de Quioto. Venha aqui para aprender sobre a história dos tecidos japoneses e passear pelas ruas históricas alinhadas com antigas casas de madeira, ou machiya, e pequenos templos.

Visite o Centro Têxtil de Nishijin para aprender mais sobre a antiga arte da tecelagem. Uma mistura de oficina e museu, é uma ótima oportunidade de ver em primeira mão quimonos maravilhosos.

O centro também apresenta demonstrações de tecelagem ao vivo e uma galeria de antigos e exuberantes quimonos.

Atividades práticas incluem aulas de tecelagem e a chance de se vestir de quimono e tirar fotos e/ou passear pelas ruas de Quioto em grande estilo.

Você também pode visitar o Orinasukan , um museu um pouco menor e mais tranquilo. Aqui você pode encontrar exposições sobre a história da área, bem como demonstrações de tecelagem ao vivo. Há alguns têxteis japoneses verdadeiramente notáveis em exposição, incluindo alguns detalhados trajes de teatro Noh.



* As informações desta página podem estar sujeitas a alterações devido à COVID-19.

Recomendado para você

gion & higashiyama
Quioto
around kyoto station
Os arredores da Estação Quioto

Please Choose Your Language

Browse the JNTO site in one of multiple languages