Use a ícone nas páginas para adicionar aos favoritos

Planejando uma viagem ao Japão?

Compartilhe suas fotos de viagem conosco usando a hashtag #visitjapanjp nas suas imagens

Meus favoritos

The Yoshida Trail The Yoshida Trail

GUIA O Guia para Escalar a Trilha Fuji-Yoshida

Descubra tudo o que você precisa saber sobre a trilha Yoshida antes de começar a sua caminhada no Monte Fuji

Fácil acesso e muitas instalações tornam a trilha Yoshida a rota preferida dos montanhistas Fuji .

A subida começa a partir da 5ª Estação da Linha Fuji-Subaru . Percorra o caminho passando pelas estações que ficam na subida, e se comprar um bastão de caminhada, poderá carimbá-lo nas várias cabanas de montanha ao longo do caminho. Curta a vista, especialmente durante a descida.

Breves informações sobre a trilha Yoshida

Comece na Linha Fuji-Subaru da 5ª Estação—2.300 metros acima do nível do mar

Subida: trilha de 5,8 km. Aproximadamente de 5 a 7 horas. Muitas instalações disponíveis

Descida: trilha de 6,9 km. Cerca de três a cinco horas. Não há cabanas e as instalações são poucas

A subida e a descida seguem por caminhos diferentes

Visão geral do percurso

A trilha Yoshida é, de longe, a mais conhecida entre as quatro rotas, e recebe quase o triplo de montanhistas da trilha Fujinomiya , a segunda mais popular. Da 5ª até a 7ª estações, o caminho é em ziguezague, com uma suave inclinação. Passada a 7ª estação, a trilha se torna um pouco mais rochosa, e da 8ª estação, ela se encontra com a trilha Subashiri tanto na subida quanto na descida. O fluxo de pessoas neste trecho pode ficar intenso, especialmente durante as horas antes do nascer do sol.

Instalações

A trilha Yoshida, o caminho mais fácil para subir o Monte Fuji , também possui o maior número de instalações, que ficam de uma hora a noventa minutos de distância uma da outra. Entre elas, centros de primeiros socorros e médicos nas estações 5, 7 e 8, máquinas de venda automática e cabanas. No centro de orientação da 6ª estação, é possível emprestar capacetes mediante um depósito reembolsável de 3.000 ienes. Todas as cabanas possuem banheiros (por uma pequena taxa) e funcionários ficam à disposição para carimbar os bastões. Ao chegar ao topo, é possível enviar um cartão-postal.

Dicas para iniciar a sua caminhada

Na realidade, a trilha de Yoshida começa no Santuário Fujiyoshida Sengen, na base do Monte Fuji. No passado, este santuário era o ponto de partida tradicional para subir a montanha do seu lado norte. Atualmente, a maioria das pessoas iniciam a subida na 5ª Estação da Linha Fuji-Subaru, o que diminui o tempo total de caminhada em mais de cinco horas.

O acesso à trilha

Pegue um ônibus expresso de Tóquio, um ônibus local das estações de trem próximas ou venha de carro para ter acesso à trilha principal na 5ª estação da Linha Fuji-Subaru.

Os ônibus expressos vindos de Tóquio partem de Shinjuku durante a temporada de escalada, e a viagem de ida e volta custa 2.700 ienes. É necessário fazer reserva .

Ônibus partem pelo menos uma vez por hora a partir das 6:20 da manhã das estações Fujisan ou Kawaguchiko até a 5ª estação. Não é necessário reservar assentos para esses ônibus e a viagem de ida e volta custa 2.100 ienes.

Caso alugue um carro, dirija até a área de estacionamento Fujihokuroku (1.000 ienes por automóvel) e pegue um ônibus de traslado até a quinta estação (1.860 ienes ida e volta). Esses ônibus partem a cada 30 minutos das 5h30min às 19h00min. Na sexta e no sábado, há um ônibus extra que sai um pouco mais cedo.

A subida

A subida da 5ª estação até o cume leva pelo menos seis horas. O trecho mais longo fica entre a 7ª e a 8ª estação, que pode levar mais de 1 hora e 40 minutos e sua altitude vai de 2.700 a 3.100 metros. Por aqui, também ocorre uma alteração no terreno - de um caminho em ziguezague e plano para um percurso mais íngreme e rochoso. A parte mais lenta e com maior fluxo de pessoas fica entre a oitava estação até o cume, à medida que as trilhas Yoshida e Subashiri convergem. Reserve tempo suficiente para chegar ao topo a fim de assistir ao nascer do sol.

Como essa é a trilha mais fácil de Fuji, aproveite a subida e a descida o máximo possível para apreciar o cenário. Estabeleça um ritmo confortável desde o início e faça pausas frequentes (a cada hora). Preste atenção nas sinalizações de trajeto, especialmente na descida. Subashiri e Yoshida compartilham um caminho até a 8ª estação e, mais tarde, se dividem, tornando fácil errar o caminho se não estiver prestando atenção. Siga a sinalização amarela ao longo do caminho em direção à trilha Yoshida.

Onde ficar

Recomenda-se reservar uma cabana na montanha com antecedência, caso queira pernoitar antes de seguir viagem para contemplar o nascer do sol. Goraikokan fica na estação intermediária entre a 8ª e 9ª estações, aproximadamente a 3.450m acima do nível do mar. As instalações de alojamento são limitadas — você recebe um cobertor e travesseiro e passa a noite em um espaço compartilhado com outros hóspedes. O preço mínimo de uma estadia fica por 6.500 ienes.

Taishikan fica na 8ª estação, 3.100m acima do nível do mar e a cerca de duas horas e meia do cume. Cada visitante recebe um saco de dormir de alta qualidade e um espaço particular. Há também opções de refeições vegetarianas para quem não come carne. O preço mínimo de uma estadia fica por 8.500 ienes por uma noite com duas refeições.

Kamaiwakan está localizada na sétima estação, a 2.790m acima do nível do mar. Esse lugar fica a apenas algumas horas da 5ª estação de Yoshida. O preço mínimo de uma estadia fica por 7.300 ienes para um final de semana incluindo uma refeição. O visitante recebe sacos de dormir e almofadas em um dormitório amplo com beliches.

Para obter mais informações e outras opções, consulte a lista completa de cabanas de montanha em Fuji .

Palavras-chave