Use a ícone nas páginas para adicionar aos favoritos

Planejando uma viagem ao Japão?

Compartilhe suas fotos de viagem conosco usando a hashtag #visitjapanjp nas suas imagens

Meus favoritos

itsukushima shinto shrine itsukushima shinto shrine

GUIA Santuário e Tradições dos Templos Um guia para visitar santuários e templos no Japão

Os santuários xintoístas e os templos budistas estão espalhados por todo o Japão - mas no que eles diferem?

Os santuários são construídos para servir à tradição religiosa xintoísta e são caracterizados por um portão torii em suas entradas. Os templos são construídos para servir à tradição religiosa budista e são caracterizados por um portão sanmon em suas entradas. Os grandes portões sanmon em templos como o Templo Todaiji em Nara ou o Templo Sensoji, em Tóquio, têm telhados impressionantes e estátuas ferozes de guardiões do templo em suas colunas, conhecidas como niozo.

Santuários

Passe pelo solo sagrado

Todos os santuários têm um portão torii, mesmo que eles não tenham um santuário principal abrigando o espírito de uma divindade. O portão torii é a linha divisória entre o solo sagrado e o mundo secular. Curvar-se uma vez em frente ao portão torii é a maneira correta - nem sempre praticada - de entrar. É costume não atravessar o portão diretamente em seu centro exato. Caminhe um pouco para a esquerda ou para a direita do caminho central.

Purifique suas mãos e sua boca

No pavilhão de água temizuya, localizado dentro dos jardins do santuário, purifique o corpo e a mente com água antes de se posicionar diante da divindade. Colete um pouco de água com a concha fornecida e enxágue as mãos e a boca seguindo os passos abaixo (uma concha para os três passos):

Primeiro, pegue com a mão direita um pouco de água em uma concha e despeje a água sobre a mão esquerda.

Em seguida, segure a concha com a mão esquerda e despeje a água sobre a mão direita.

Finalmente, despeje um pouco de água da concha na mão esquerda, enxágue a boca e cuspa a água ao lado da fonte. Nunca coloque a concha diretamente na boca.

Curve-se, bata palmas e reze

Assim que chegar ao altar, jogue silenciosamente uma moeda na caixa de ofertas.

Toque o sino para saudar a divindade.

Curve-se duas vezes.

Bata palmas duas vezes, expressando sua alegria e respeito para com a divindade.

Faça uma oração com as mãos ainda juntas.

Curve-se mais uma vez.

Templos

Um lugar de paz, incensos e purificação

Os templos não são tão rígidos quanto os santuários em termos de rituais de oração. Entretanto, por favor, aja de maneira calma e respeitosa. Se um templo tiver um temizuya, purifique suas mãos e boca da mesma forma que faria em um santuário e siga para o altar.

Muitos templos têm incenso (osenko) - você pode comprar um pacote colocando uma moeda na caixa de oferenda. Depois de acender o incenso e extinguir a chama abanando com a mão (em vez de soprar com a boca), coloque-o no incensário e junte as mãos em uma oração silenciosa. Você verá muitos visitantes abanando a fumaça em direção ao corpo, o que dizem ter poderes de cura. Não há necessidade de bater palmas.

Seja respeitoso

Poderá ser solicitado a você que tire os sapatos ao entrar nos edifícios do templo. Deixe seus sapatos nas prateleiras na entrada ou leve-os com você em sacos plásticos fornecidos em alguns templos. Não se esqueça de usar um bom par de meias. Atente para as placas que indicam que é proibido tirar fotos no interior dos templos.



* As informações desta página podem estar sujeitas a alterações devido à COVID-19.

Palavras-chave

Talvez também goste de...

Please Choose Your Language

Browse the JNTO site in one of multiple languages