Use a ícone nas páginas para adicionar aos favoritos

Planejando uma viagem ao Japão?

Compartilhe suas fotos de viagem conosco usando a hashtag #visitjapanjp nas suas imagens

Meus favoritos

Templo Kenninji 建仁寺

Kennin-ji Kennin-ji
Kennin-ji Kennin-ji

Kenninji possui várias obras-primas da arte e design japoneses

Muito perto da agitação das ruas Hanamikoji e Shijo, as áreas do Templo Kenninji são amplas e agradáveis para caminhada, e os dois karesansui do local (jardins paisagísticos secos) oferecem ao visitante um oásis de tranquilidade. Acredita-se que seja o templo Zen mais antigo de Quioto.

Não perca

  • A tela dobrável dourada dos deuses do vento e do trovão
  • A procissão da jarra de chá todos os meses de maio
  • O jardim paisagístico seco baseado em uma concepção do universo

Como chegar

Viaje de trem e ônibus da Estação de Quioto para chegar ao templo.

Partindo da Estação de Quioto , é possível pegar vários ônibus, incluindo os de número 100, 12, 46, 202, 206 e 207 com destino a Gion.

A estação de metrô mais próxima é a Gion-Shijo na linha Keihan. Ande pela Rua Shijo em direção ao leste até chegar à Rua Hanamikoji, que é impossível de não ser vista devido à casa de chá na cor vermelha intensa presente na esquina. Desça pela Rua Hanamikoji até o Kenninji, localizado logo após o teatro.

Um ambiente tranquilo longe da agitação do centro de Quioto

Apesar de o local do Kenninji datar do século XIII, há poucos remanescentes desse período. As construções originais do templo, como muitas de Quioto, foram destruídas por um incêndio.

Uma das estruturas mais antigas do local é o Yatate-mon, ou Portão da Flecha, que é assim chamado porque carrega as cicatrizes da Guerra Onin (1467-77), que destruiu a maior parte de Quioto.

Obras-primas artísticas

O Templo Kenninji está repleto de importantes obras de arte e design, incluindo pintura, escultura e um jardim Zen.

Uma das obras de arte mais reconhecíveis que pode ser encontrada no local é a esplêndida tela dobrável de Fujin e Raijin, deuses do vento e do trovão, respectivamente, criada por Tawaraya Sotatsu. Embora seja uma réplica, com o original armazenado no Museu Nacional de Quioto, a obra é, no entanto, espetacular. Os grandes deuses do local são retratados em um pano de fundo de folha de ouro.

Não se esqueça de olhar bem para o teto quando entrar no salão principal – o mural de dragões gêmeos no teto é um trabalho muito mais recente, mas não menos impressionante.

Descubra as origens do Zen e do hábito de beber chá

Kenninji está intimamente conectado a dois dos “gigantes" Zen do Japão. Seu fundador foi o monge Eisai, que introduziu o Budismo Zen no Japão, e Dogen, que fundou a seita Soto do Zen.

Ambos os homens empreenderam a longa e perigosa jornada até a China no início dos anos 1200 para trazer o Budismo Zen ao Japão. Os dois estão sepultados no local.

O Budismo Zen enfatiza bastante a meditação ou zazen. O Zen evoluiu para muito mais do que simplesmente uma filosofia, e passou a permear as artes, incluindo a cerimônia do chá, cujos praticantes perseguiam uma beleza imperfeita e rústica.

Foi rapidamente patrocinado por aristocratas e pela classe guerreira, incluindo o implacável xogum Toyotomi Hideyoshi do século XVI, que se encarregou da sala de chá localizada no terreno do templo.

A procissão da jarra de chá, que ocorre todo mês de maio, faz alusão às fortes conexões do templo com as origens da prática de beber chá no Japão.

A história do chá é parte e fração da história de Kenninji, e, de fato, são vistos arbustos de camellia sinensis (chá) espalhados pelos jardins do templo. Dizem que Eisai trouxe as primeiras sementes de chá da China e estas foram plantadas em Uji, uma cidade a uma hora do centro de Quioto, que produz o melhor chá verde do país atualmente.

O tipo de chá verde bebido por esses primeiros monges Zen era o matcha, ou chá verde em pó, reconhecido atualmente por suas propriedades benéficas à saúde. Na verdade, o chá não era apenas uma bebida agradável em sua origem, mas era consumido por sua potência medicinal e pela alta concentração de cafeína que os monges ocasionalmente precisariam para passar por suas extenuantes sessões de meditação.

Em todos os meses de outubro, o chefe da Escola de Chá de Urasenke vem prestar homenagem a Eisai, vindo oferecer um chá de tigela a sua estátua.

Design Zen

O jardim paisagístico seco é baseado na famosa pintura de círculo, quadrado e triângulo do monge Sengai. É considerada uma concepção do universo.

Planeje passar pelo menos uma hora no Kenninji para ver as esplêndidas obras de arte e vivenciar um momento tranquilo no jardim Zen.

Próximo Templo Kenninji

Kennin-ji História
Templo Kenninji Kyoto-shi, Kyoto-fu
Miyako Odori Festivais E Eventos
Apresentações De Dança Miyako Odori Kyoto-shi, Kyoto-fu
Gion História
Gion Kyoto-shi, Kyoto-fu
Pontocho Comer E Beber
Pontocho Kyoto-shi, Kyoto-fu
gion-hatanaka Estadia De Luxo
Gion Hatanaka
ishibekojiryugin Estadia De Luxo
Ishibe-Kouji Ryugin

Please Choose Your Language

Browse the JNTO site in one of multiple languages