Use a ícone nas páginas para adicionar aos favoritos

Planejando uma viagem ao Japão?

Compartilhe suas fotos de viagem conosco usando a hashtag #visitjapanjp nas suas imagens

Meus favoritos

Uma ilha sagrada envolta em mistério e rituais

Um monge solitário mora em Okinoshima, uma ilha e Patrimônio Mundial da UNESCO, a cerca de 60 quilômetros da costa da Província de Fukuoka . É estritamente proibido visitar o local, à exceção de um único dia no ano.

Okinoshima tem pouco menos de um quilômetro quadrado em extensão, mas sua importância na história japonesa ultrapassa suas dimensões físicas.

Informações Gerais

O habitante solitário da ilha é um dos quase 24 sacerdotes xintoístas que passam períodos de dez dias na ilha, orando e protegendo-a contra intrusos

Até 200 homens podem ir à ilha no dia 27 de maio para homenagear os japoneses e russos que morreram durante uma batalha no Mar do Japão em 1905

Como chegar

Não há nenhum tipo de transporte público disponível para a ilha. No entanto, todos os anos é realizado um pequeno festival, e cerca de 200 homens são autorizados visitar a ilha.

Histórico do Patrimônio Mundial

Okinoshima é o lar de um dos três santuários Munakata Taisha associados com a Cidade de Munakata e, geralmente, fica fechada à visitação. No entanto, todos os anos é realizado um pequeno festival no qual cerca de 200 homens são autorizados a visitar a ilha. A visitação de mulheres à ilha é estritamente proibida.

O Santuário Munakata Taisha

O único habitante da ilha é um monge empregado pelo Santuário Munakata Taisha para cuidar do Santuário Okitsu-gu, localizado na parte sudoeste da ilha. O santuário foi construído em meados do século XVII e mudou muito pouco desde que foi reformado pela última vez em 1932.

Inúmeros artefatos

A ilha foi declarada como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 9 de julho de 2017, junto com dois outros Santuários Munakata associados com a Cidade de Munakata .

Cerca de 80.000 artefatos trazidos como presentes do exterior – alguns dos quais datam dos primeiros milênios – foram encontrados na ilha, que foi um famoso local de parada para negociação na rota entre a Coreia do Sul e a Província de Fukuoka .

Os artefatos incluem anéis de ouro trazidos da península coreana. Desde sua descoberta, esses artefatos foram declarados tesouros nacionais e agora estão guardados no Santuário Hetsu-miya.

Regras importantes a seguir

O visitante que recebe a rara permissão de visitar Okinoshima, antes de colocar os pés na ilha, deve primeiro despir-se e passar por um ritual de limpeza. Ao deixar a ilha, não é permitido ao visitante levar nenhum tipo de souvenir, incluindo pequenos objetos, como gravetos, seixos ou grama. Não é permitido também divulgar detalhes da visita.

Palavras-chave

Próximo Ilha de Okinoshima

kurume & yanagawa Natureza
Ilha De Okinoshima Okinoshima, Fukuoka-ken
Munakata-taisha Nakatsu-gu Shrine História
Santuário Munakata Taisha Nakatsugu Munakata-shi, Fukuoka-ken
Iki Natureza
Ilha Iki (Ikishima) Iki-shi, Nagasaki-ken
kurume & yanagawa História
Fukutsu Fukutsu-shi, Fukuoka-ken
Kashii & Shikanoshima Island Area Natureza
Ilha De Shikanoshima Fukuoka-shi, Fukuoka-ken
Kin-in golden block seal Park Natureza
Parque Kinin Fukuoka-shi, Fukuoka-ken

Please Choose Your Language

Browse the JNTO site in one of multiple languages