Use a ícone nas páginas para adicionar aos favoritos

Planejando uma viagem ao Japão?

Compartilhe suas fotos de viagem conosco usando a hashtag #visitjapanjp nas suas imagens

Meus favoritos

gusuku sites and related properties of the kingdom of ryukyu gusuku sites and related properties of the kingdom of ryukyu

Os locais Gusuku e as Propriedades do Reino Ryukyu (UNESCO) Ruínas do reino perdido de Ryukyu

As nove ruínas espalhadas pela ilha principal de Okinawa simbolizam a cultura do Reino de Ryukyu

Todas elas se encontram na ilha principal, cujo acesso se dá pela cidade capital, Naha , por ônibus, carro ou monotrilho. Adentre os castelos coloridos, caminhe atrás dos muros de pedra dos fortes Gusuku, que já foram considerados impenetráveis, e faça uma visita à última morada de gerações da família real Ryukyu.

Destaques

  • Visita ao castelo mais importante do Reino de Ryukyu
  • Prestar homenagem às famílias reais de Ryukyu na tumba rochosa
  • Caminhar atrás dos muros de pedra que protegiam o reino desaparecido

O edifício de Gusuku

O surgimento de ditaduras em várias áreas de Okinawa por volta do século XII levaram à construção de edifícios parecidos com castelos, chamados Gusuku. Esses edifícios não eram como o Castelo de Himeji , outro local tombado como Patrimônio Mundial. Eles se assemelhavam mais com uma fortaleza cercada por muros de pedras bem reforçados. Durante o século XIV, as áreas foram unificadas em três municípios e o Reino de Ryukyu foi finalmente fundado em 1429. Foi nessa época que o símbolo do reino, o Castelo de Shuri , tornou-se o único Gusuku.

Influências externas no Castelo de Shuri

Ao entrar no castelo, você notará uma forte influência de várias culturas asiáticas, comprovando que o comércio com os países vizinhos era bem ativo naquela época. A padronagem de dragões e a camada de laca em vermelho carmim denotam a influência da China e a forma estrutural dos telhados representam a influência do Japão. O Castelo de Shuri foi destruído durante a Segunda Guerra Mundial, portanto os edifícios atuais, em sua maioria, são reproduções construídas até 1992.

O castelo foi construído em um planalto, 120 metros acima do nível do mar, com vista para a cidade de Naha e é cercado por muros de pedra. A maior estrutura de madeira em Okinawa, o Shoden ou prédio central, foi construída no local do castelo. Uma visita ao castelo é uma excelente maneira para passar uma manhã ou tarde.

Uma tumba rochosa real

No lado oeste do Castelo de Shuri você vai encontrar o Mausoléu Real Tamaudun. A imensa estrutura de pedra é a tumba das sucessivas famílias reais do Reino de Ryukyu. O interior da tumba é ladrilhado com fragmentos de recifes de corais. No centro da estrutura e no leste das torres ao oeste encontram-se estátuas de leão chamadas Shisa. Elas são símbolos de Okinawa e um amuleto contra o mal.

Outros lugares históricos

Os outros lugares de Okinawa tombados pela UNESCO ficam na ilha principal. Pode-se chegar a eles de ônibus, carro ou táxi. O trajeto até os pontos históricos do norte de Naha pode durar algumas horas, dependendo do trânsito. Visite as ruínas do Castelo de Nakagusuku para caminhar em meio às defesas de Ryukyu com seus imponentes muros de pedra e apreciar a vista fantástica do oceano. Dá para passar facilmente algumas horas em cada local.

Como chegar

É possível chegar ao castelo em cerca de 15 minutos partindo da Estação Shuri no Monotrilho Okinawa. A estação é a parada final do monotrilho que faz o circuito de lá até o Aeroporto de Naha. É mais fácil chegar aos outros locais de ônibus ou carro. Estime entre uma e três horas para chegar aos outros pontos históricos espalhados pela ilha.



* As informações desta página podem estar sujeitas a alterações devido à COVID-19.

Palavras-chave

Please Choose Your Language

Browse the JNTO site in one of multiple languages