Use a ícone nas páginas para adicionar aos favoritos

Planejando uma viagem ao Japão?

Compartilhe suas fotos de viagem conosco usando a hashtag #visitjapanjp nas suas imagens

Meus favoritos

world heritage world heritage

A Ilha Sagrada de Okinoshima e os Locais Associados na Região de Munakata (UNESCO) Santuários esotéricos com uma história rica

Estes três santuários têm uma história rica, abrangendo a época remota de uma nova religião e intercâmbio cultural

Espalhados a nordeste de Kyushu , ficam três santuários com séculos de história cultural e arqueológica. As estruturas são da época do clã Munakata, que governou a região no século VI. Reconhecido pela prosperidade, desenvolvimento religioso e comércio internacional, o clã Munakata deixou um legado duradouro para o país, em particular no desenvolvimento dos rituais xintoístas. Esses três santuários são os melhores exemplares das suas contribuições duradouras.

Na ilha principal, em Munakata , o Santuário Hetsumiya (conhecido como Munakata Taisha) é tido como um local usado para algumas das primeiras práticas formais do xintoísmo no Japão. A ilha vizinha de Oshima abriga o Santuário Nakatsumiya, uma estrutura antiga com belas vistas para o oceano. O terceiro santuário, em Okinoshima , não é aberto ao público, mas tem uma história misteriosa e fascinante.

Os destaques

  • Visite o Museu Shinpokan, no Santuário Hetsumiya, para ver as oferendas célebres e as antiguidades da península coreana e da China continental
  • Procure pelos túmulos próximos à Munakata, onde os líderes do século VI estão enterrados
  • Embora o acesso público não seja permitido em Okinoshima, visite a Ilha Oshima, lar do Santuário Nakatsumiya, para uma experiência equivalente

Um dos primeiros santuários usados na religião xintoísta, nativa do Japão

Convenientemente localizado na ilha principal, próximo à Cidade de Fukuoka , o Hetsumiya (também conhecido como Munakata Taisha) é o de mais fácil acesso dos três. Embora a estrutura provavelmente date do século XII, o local remonta às primeiras raízes da religião xintoísta, no século VI.

Além da bem preservada arquitetura xintoísta e dos amplos terrenos, o local também abriga o Museu Shinpo-kan, que contém cerca de 80.000 artefatos e antiguidades.

Um santuário sereno no alto de penhascos oceânicos

A ilha de Oshima é a sede do segundo santuário Munakata, Nakatsumiya, e fica a aproximadamente 10 quilômetros da costa de Fukuoka. Logo ao descer da balsa se avista um portal torii e outros pequenos santuários. O santuário principal fica no sopé de uma montanha ao norte da ilha.

Munakata Taisha

Uma pequena e misteriosa ilha ocupada por um santuário e um monge solitários

O mais famoso dos três santuários é o Okitsumiya, localizado na ilha remota de Okinoshima . O santuário ocupa toda a ilha e não é aberto à visitação. Um solitário monge xintoísta passa períodos de 10 dias no santuário, realizando rituais e cuidando do terreno.

A proibição do acesso à ilha é uma das razões pelas quais ela permanece tão sedutora. Ninguém tem permissão para visitar a ilha, exceto em 27 de maio, quando 200 homens chegam para uma cerimônia em homenagem aos soldados russos e japoneses que morreram no Mar do Japão em 1905. Infelizmente, as mulheres não podem acessar a ilha sob quaisquer circunstâncias.

Conheça a história dos primeiros intercâmbios do Japão com seus vizinhos coreanos e chineses

Dada a proximidade com a península coreana, não surpreende o fato desses antigos santuários terem uma relação muito próxima com a cultura coreana. Muitos artefatos arqueológicos encontrados em torno dos santuários são da Coreia e da China, incluindo utensílios agrícolas, espadas, pingentes, acessórios de ferro e muito mais. São itens deixados nos santuários como oferendas durante os séculos VI e X.

Veja as antigas tumbas dos governantes ancestrais da região

Perto do Santuário Hetsumiya, na ilha principal, há uma série de túmulos feitos de montes de terra, alguns similares à forma de um buraco de fechadura. Construída nos séculos VI e VII, as tumbas abrigam os restos mortais de governantes do clã Munakata.

Como chegar

Em Fukuoka , pegue um trem local ou expresso pela Linha Principal JR Kagoshima da Estação Hakata até a Estação Togo.

Em Kitakyushu , pegue um trem local ou expresso da Linha Principal JR Kagoshima, da Estação Kokura até a Estação Togo.

Para chegar à ilha Oshima, vá de balsa. Leva 25 minutos do Porto Kono, em Munakata .



* As informações desta página podem estar sujeitas a alterações devido à COVID-19.

Palavras-chave

Please Choose Your Language

Browse the JNTO site in one of multiple languages