Use a ícone nas páginas para adicionar aos favoritos

Planejando uma viagem ao Japão?

Compartilhe suas fotos de viagem conosco usando a hashtag #visitjapanjp nas suas imagens

Meus favoritos

sacred sites and pilgrimage routes in the kii mountain range sacred sites and pilgrimage routes in the kii mountain range

Os Locais Sagrados e as Rotas de Peregrinação da Cordilheira Kii (UNESCO) O solo mais sagrado do Japão

Este local público do Patrimônio Mundial é composto de três regiões sagradas e culturalmente ricas nas províncias de Nara, Wakayama e Mie

Yoshino e Omine , Kumano Sanzan, Koyasan e as rotas de peregrinação que as conectam refletem a fusão do xintoísmo, a religião autóctone japonesa voltada à adoração da natureza, e do budismo, que foi introduzido de fora. Os locais e a paisagem florestal refletem a tradição de culto às montanhas sagradas que é extraordinariamente bem documentada e que segue viva há mais de 1.200 anos.

Os destaques

  • Visite os três grandes santuários que formam o Kumano Sanzan
  • Durma uma noite em um templo shukubo para saber como vive um monge
  • Ande pelas trilhas pavimentadas das antigas rotas de peregrinação

Os monges das montanhas

Yoshino e Omine , situadas no extremo norte das Montanhas Kii, tornaram-se locais sagrados da Shugendô - uma religião que mistura elementos do culto às montanhas nativo do Japão, do budismo tântrico e do taoismo. As raízes da religião datam do século XII. Os praticantes da Shugendô, muitas vezes chamados de "yamabushi", os monges das montanha, se isolam nos montes para suas práticas ascéticas. O templo da montanha Kinpusenji é o templo central da Shugendô, e vale a pena visitar na primavera quando florescem as cerejeiras na região.

Yoshino é famosa como uma das regiões com as floradas de cerejeiras mais lindas de todo o país, e diz-se que uma figura importante da história japonesa, o comandante Toyotomi Hideyoshi (1536-1598), realizou em 1594 um requintado festival para observação das floradas de cerejeiras. Anualmente no mês de abril, um ritual originado na Shugendô é realizado no Templo Kinpusenji , com confissão de pecados e oferendas de flores de cerejeira.

Os santuários sagrados

Kumano Sanzan é o nome de um conjunto de três Grandes Santuários situados na parte sudeste da Península de Kii: Kumano Hongu Taisha , Kumano Nachi Taisha e Kumano Hayatama Taisha . De carro é possível visitar os três santuários em apenas um dia, mas para curtir bem a paisagem, ou usar o transporte público, é melhor passar uma noite ou duas na região. As termas Katsuura Onsen e Hongu Onsen são destinos noturnos muito procurados. As Cataratas de Nachi , tidas como um deus, têm 13 metros de largura e 133 metros de altura, e é reconhecida como uma das cachoeiras mais altas do Japão. Acredita-se que a água borrifada pela cachoeira favoreça um vida longa.

As estadias no templo

Koyasan é uma cidade religiosa sem igual, sendo no alto de uma montanha onde há mais de 100 outros templos. O mais famoso deles é o Templo Kongobuji , construído no ano 816 pelo monge Kukai (774-835), o fundador da seita budista Shingon. Veja os quartos decorados com belas portas deslizantes e o quarto onde o sobrinho de Toyotomi Hideyoshi Hidetsugu (1568-1595) cometeu hara-kiri (suicídio ritual) quando foi cercado aqui por Hideyoshi.

Koyasan é conhecida pelos muitos templos que oferecem estadia. Conhecidos como shukubo, os alojamentos do templo são uma oportunidade para conhecer a cultura japonesa tradicional e a vida monástica. As atividades e experiências incluem copiar o sutra (escrituras sagradas), sessões de meditação, orações matinais e outros rituais. Um atrativo para muitos visitantes é experimentar a ryori shojin, a tradicional culinária vegetariana dos monges budistas.

As viagens espirituais

As antigas rotas de peregrinação que conectam os locais sagrados das montanhas são conhecidas como Kumano Kodo . O conjunto de trilhas é parte de uma das duas únicas rotas de peregrinação reconhecidas pelo Patrimônio Mundial da UNESCO no mundo. As cinco principais rotas de Kumano Kodo são Nakahechi, Kohechi, Iseji, Omine Okugakemichi e Koyasan Choishimichi. Embora muitas delas tenham degraus íngremes de pedra ou passagens difíceis, vale a pena caminhar pelas velhas rotas e descobrir os profundos e misteriosos restos históricos e as encantadoras paisagens das Montanhas de Kii.

Como chegar

Kinpusenji fica a cerca de 10 minutos a pé da Estação Yoshinoyama no teleférico da Estação Kintetsu Yoshino. Chegue a essa estação em cerca de duas horas a partir da Estação Kintetsu em Quioto.

Para o Kumano Hongu Taisha , um dos templos de Kumano Sanzan, desça na parada de ônibus Hongu-taisha-mae. Essa parada de ônibus fica a duas horas da estação Kii-Tanabe pelo ônibus Ryujin. Para chegar à Estação Kii-Tanabe, pegue o JR Express Ocean Arrow na Estação Shin-Osaka e viaje por cerca de duas horas.

Para Koyasan , pegue o ônibus Nankai Rinkai até várias paradas na área Koyasan da estação Koyasan. A estação fica a cerca de cinco minutos da estação Gokurashibashi, no teleférico Nankai Koyasan. A Estação Gokurashibashi fica a duas horas da Estação Wakayama ou a cerca de uma hora e 40 minutos da Estação Namba, em Osaka.

Palavras-chave

Please Choose Your Language

Browse the JNTO site in one of multiple languages