Use a ícone nas páginas para adicionar aos favoritos

Planejando uma viagem ao Japão?

Compartilhe suas fotos de viagem conosco usando a hashtag #visitjapanjp nas suas imagens

Meus favoritos

shiretoko area shiretoko area

Shiretoko (UNESCO) Paisagem vulcânica, lar de vida selvagem rara

Viaje pela estreita península de Shiretoko e conheça as montanhas acidentadas, os lagos serenos e o lindo litoral

Localizada no nordeste de Hokkaido , a natureza selvagem de Shiretoko foi reconhecida como Patrimônio Natural em julho de 2005. Uma cordilheira vulcânica percorre o centro da península onde fica o vulcão ativo Monte Iozan e o Monte Rausu, o pico mais alto da cadeia, com seus 1.661 metros acima do nível do mar. Essa paisagem acidentada e preservada, com penhascos costeiros de 100 metros de altura, é habitada por várias espécies de aves e peixes. Mais para o interior há trilhas para caminhada até os lagos e planaltos vulcânicos que abrigam uma vida selvagem abundante.

Os destaques

  • Veja as espécies raras de aves que se alimentam da variada fauna marinha
  • Explore os muitos lagos formados em torno dos planaltos de lava típicos da região
  • Ande por cachoeiras e penhascos acidentados que se estendem ao longo do Mar de Okhotsk

As montanhas, lagos e florestas nativas antigas

A península de Shiretoko separa o Mar de Okhotsk, a oeste, do Estreito de Nemuro, ao leste. A atividade vulcânica criou vários lagos cercados por antigas florestas nativas. Curta uma caminhada de uma hora em torno dos cinco lagos Shiretoko e veja a vida selvagem local, matas abundantes e o terreno montanhoso intocado. Os observadores de aves encontram espécies de aves raras, como as corujas pescadoras de Blakiston, as águias marinhas de Steller e as águias marinhas de cauda branca. A fauna marinha também é farta na região, com abundância de salmão e truta que se reproduzem no mar ao largo de Shiretoko, constituindo um importante recurso alimentar.

As viagens de temporada

O outono tinge as copas das árvores de vermelho carmesim e amarelo vivo, enquanto os cardumes de salmão e truta nadam rio acima para desovar. À medida que o outono dá lugar ao inverno, o gelo à deriva do norte transforma o Mar de Okhotsk em um campo branco de neve. Os trilheiros podem entrar em contato com o Centro Natural Shiretoko para fazer os passeios noturnos guiados e as caminhadas diurnas voltadas à observação de aves e animais selvagens, e de estudos de plantas alpinas.

Como chegar

Chegue ao Centro Natural Shiretoko a partir do Aeroporto de Memanbetsu por carro, ônibus ou pela ferrovia JR. Na Estação Shiretoko-Shari pegue o ônibus até a Utoro Onsen e lá troque para o Ônibus Shari até Shiretoko Goko ou Shiretoko Ohashi. Leva aproximadamente 10 minutos a pé de qualquer uma dessas paradas até o centro natural. Ao todo, a viagem leva aproximadamente uma hora.



* As informações desta página podem estar sujeitas a alterações devido à COVID-19.

Palavras-chave

Please Choose Your Language

Browse the JNTO site in one of multiple languages