Use a ícone nas páginas para adicionar aos favoritos

Planejando uma viagem ao Japão?

Compartilhe suas fotos de viagem conosco usando a hashtag #visitjapanjp nas suas imagens

Meus favoritos

world heritage world heritage

Os Locais da Revolução Industrial do Japão na era Meiji (UNESCO) Veja como o Japão passou de um estado samurai para uma sociedade moderna

Conheça os locais que desempenharam um papel crucial no desenvolvimento moderno do Japão

Entre meados da década de 1850 e o início da década de 1900, o Japão se transformou radicalmente, passando de uma sociedade feudal isolada para uma potência industrial com uma marinha que triunfou sobre a vizinha Rússia na guerra Russo-Japonesa. Durante uma época caracterizada pelo colonialismo ocidental e ambições imperiais, a rápida e sofisticada industrialização de uma nação não ocidental foi algo sem precedentes.

Os locais do Patrimônio Mundial da Revolução Industrial Meiji do Japão abrangem 23 locais centrados na Província de Yamaguchi e na Região de Kyushu. Ao visitar cada local, aprenda sobre o rápido desenvolvimento do Japão, das tecnologias de construção naval industrial, mineração de carvão e as instituições e ideias que ajudaram a impulsionar o país para a frente durante esse período drástico.

Os destaques

  • Conheça a charmosa cidade de Hagi, na Província de Yamaguchi, enquanto aprende sobre a fascinante jornada dos Cinco Choshu
  • Faça um cruzeiro à ilha de Hashima, na costa de Nagasaki, para ver os escombros misteriosos de uma mina de carvão da era Meiji
  • Visite a mais antiga doca de deslizamento do Japão e a residência bem preservada de seu fundador, Thomas B. Glover

Os fundadores do Japão moderno

Os pilares das filosofias políticas que levaram ao desenvolvimento moderno do Japão se originam com os Cinco Choshu, um grupo de estudantes da elite que foi estudar na Grã-Bretanha em 1863. Embora um deles tenha morrido de tuberculose antes da graduação, os quatro remanescentes retornaram ao Japão e tiveram papéis importantes na transição do país para a modernização. Um dos cinco, Shunsuke Ito, se tornou o primeiro premier do Japão em 1885, quando, então, estabeleceu seu gabinete e escreveu uma constituição.

Os cinco alunos provinham de famílias samurais da cidade de Hagi , na Província de Yamaguchi . Atualmente, a cidade tem vários locais reconhecidos como parte do patrimônio mundial, entre eles o forno reverberatório de Hagi, o estaleiro Ebisugahana e a Academia Shokasonjuku .

O Estaleiro Ebisugahana

A Academia Shokasonjuku

O carvão, os navios e a indústria pesada

Mais ao sul, em Kyushu, a cidade de Nagasaki abriga vários locais famosos da era Meiji (1868-1912).

Visite a Doca de Deslizamento Kosuge para ver a mais antiga doca de deslizamento em estilo ocidental preservada no Japão, juntamente com o edifício de tijolos mais antigo do país (erguido em 1869). A doca foi importada de Aberdeen, na Escócia, como parte de uma joint venture com o comerciante Thomas B. Glover. A residência de Glover, em Nagasaki, também é um dos locais do Patrimônio Mundial e é conhecida como a mais antiga casa de estilo ocidental sobrevivente do país.

A Doca de Deslizamento Kosuge

A quinze quilômetros da cidade fica a ilha de Hashima , também conhecida como Gunkanjima , uma pequena ilha abandonada onde, de 1887 a 1959, funcionou uma mina de carvão. Os prédios e instalações bem preservados foram abertos ao público em 2009 para receber os visitantes que chegam por balsas.

Gunkanjima

Talvez o local mais famoso de Nagasaki na era Meiji seja o Estaleiro Mitsubishi Nagasaki, onde ainda há instalações do início dos anos 1900, como uma doca seca, guindaste, oficina de moldes e hospedaria. Atualmente, muitas das estruturas não se encontram abertas ao público, mas se reservar com bastante antecedência é possível visitar a oficina de moldes.

Para as minas ao norte de Iwate

Enquanto a maioria dos locais relacionados à era Meiji ficam na Província de Yamaguchi e em Kyushu, a famosa Mina e Fundição de Ferro Hashino fica no nordeste do Japão, na Província de Iwate . A fundição do século XIX exibe as técnicas iniciais de utilização de altos-fornos, que eram empregadas juntamente com as técnicas japonesas de fundição de minério e fabricação de ferro. Para chegar à Iwate pegue um E5 Shinkansen (trem-bala) em Tóquio até Morioka . Na Estação Shin-Hanamaki troque para a Linha Kamaishi até a Estação Tono; a viagem leva aproximadamente 4,5 horas. Na Estação Tono, pegue um táxi até a Mina e Fundição de Ferro Hashino (35 minutos).

As ruínas do alto-forno de Hashino

Como chegar

Os locais associados à industrialização do Japão na era Meiji estão concentrados na Província de Yamaguchi e em Nagasaki.

Pode-se chegar a Yamaguchi através do Tokaido-Sanyo Shinkansen das cidades de Tóquio, Osaka e Fukuoka. Pegue o trem Nozomi até a Estação Shin-Yamaguchi. Ao chegar lá, alugue um carro ou pegue um táxi para ir até a cidade de Hagi e os outros locais relacionados.

Para ir à Nagasaki, pegue o Tokaido-Sanyo Shinkansen até Fukuoka e lá faça baldeação para a Linha JR Kamome. Na Estação Nagasaki, alugue um carro ou pegue um táxi para visitar as atrações próximas.

Os Fornos Revérberos de Nirayama



* As informações desta página podem estar sujeitas a alterações devido à COVID-19.

Palavras-chave

Please Choose Your Language

Browse the JNTO site in one of multiple languages