Use a ícone nas páginas para adicionar aos favoritos

Planejando uma viagem ao Japão?

Compartilhe suas fotos de viagem conosco usando a hashtag #visitjapanjp nas suas imagens

Meus favoritos

Aproveite ao máximo o verão japonês!

O verão acontece no Japão entre os meses de junho a setembro, com um início bem chuvoso tornando o clima quente e úmido na maior parte do arquipélago.Com calor bem intenso, as melhores atividades para se fazer são próximas do litoral ou de regiões montanhosas, o que inclui esportes, atrações ao ar livre, ou piqueniques e churrasco com os amigos e familiares.

Crédito: yukihipo / Shutterstock

Acompanhe nosso artigo e veja como aproveitar ao máximo sua estadia durante a estação mais quente no Japão, nas regiões de: Wakayama, Tottori, Okinoerabujima. Kamakura e Tohoku.

Rafting em Wakayama

O rafting é um esporte praticado em corredeiras usando um bote inflável, mas na região de Wakayama ele é um pouco diferente. Os visitantes descem as corredeiras do Rio Kitayama em cima de uma jangada construída com troncos e ficam em pé nela durante o trajeto!

©JNTO

O Rio contorna o Desfiladeiro Dorokyo, tornando o percurso emocionante. Embora essa prática pareça algo moderno, ela fazia parte da rotina dos moradores antigos que cortavam árvores para fazer lenha e desciam o rio levando os troncos amarrados.

Como chegar: Os passeios têm como ponto de partida o Centro Turístico Michi-no-Eki Okutoro, em Kitayama.

O transporte público para Kitayama é bem limitado, com apenas um ônibus para levar o turista a tempo para o passeio, que sai às 9h10 da manhã de Kumanoshi. Há também estacionamento gratuito no centro turístico.

 

Dunas em Tottori

Tottori abriga, próximo da costa do Mar do Japão, enormes dunas de areia que atraem pessoas de todos os cantos do mundo para visitá-las. Do alto delas, a vista do mar é impressionante, e para tirar proveito de suas curvas, há atividades como o sandboard, ou surfe na areia, parapente - em que pode-se voar sobre elas - e um passeio de fatbike, similar a uma bicicleta, mas com pneus mais grossos.

Shutterstock

As dunas se estendem por quase 16 km pela costa, e algumas chegam a ter 50 metros de altura. A partir de lá, é fácil seguir para outros pontos turísticos da cidade.

Como chegar: As dunas de areia estão a 20 minutos de ônibus da Estação de Tottori. Você pode chegar à cidade de Tottori de trem bala saindo de Osaka em três horas, ou pegar um voo doméstico de 1 hora saindo de Tóquio.

 

Mergulho em Okinoerabujima

Relaxar com vistas deslumbrantes de um mar azul claro, além da flora e fauna regional são apenas alguns dos atrativos que se pode encontrar na Ilha Okinoerabu, que faz parte das Ilhas Amami, ao sul de Kyushu. O local ainda é destaque por ser lar de quase 300 cavernas de calcário, formadas ao longo de centenas de anos.

Shutterstock

Uma das principais atividades de quem visita Okinoerabujima é a prática de mergulho ou snorkel, para ver de perto os imensos corais e interagir com animais como tartarugas, estrelas-do-mar ou arraias.

E se quiser apenas curtir uma praia, a região possui várias escondidas, que garantirão sossego e muito sol.

Como chegar: Pode-se chegar à ilha Okinoerabu de balsa ou de avião.

O porto de Wadomari, localizado na cidade de mesmo nome, possui um serviço de balsa para Okinawa, Kagoshima e Kobe. O menor porto da China também disponibiliza de balsas para Kagoshima e Ilhas Amami.

O Aeroporto de Okinoerabu, na periferia de Wadomari, conecta Okinoerabu com Naha, Kagoshima e várias das maiores Ilhas Amami.

 

Praias de Kamakura

Entre começo de julho e fim de agosto, as praias de Kamakura estão no seu auge, com o mar propício para nadar e praticar esportes, como surfe, stand up paddle, wakeboard, flyboard e caiaque.

Shutterstock

O local costuma ficar cheio, já que é destino de vários moradores de Tóquio, que fica a uma hora apenas de distância, mas vale a pena inserir no roteiro por também permitir uma linda vista do Monte Fuji e oferecer diversidade de estabelecimentos como cafés, restaurantes e bares.

Como chegar: O acesso às praias de Kamakura é feito a partir de uma curta caminhada de várias estações de trem e de ônibus saindo da Estação Kamakura. Festivais de verão em Tohoku E, uma das atividades mais tradicionais do verão japonês, que os turistas deveriam desfrutar são os

 

Festivais de verão.

O melhor local para isso é Tohoku, que realiza três dos maiores festivais do gênero no país: Aomori Nebuta, Festival Kanto e Sendai Tanabata.

Crédito: YOHEI TAKASHINA / Shutterstock

O Aomori Nebuta, em Aomori, acontece entre 2 a 7 de agosto e seu principal destaque é o desfile de enormes e coloridos carros alegóricos com alguns que chegam a 9 metros de altura.

O Festival Kanto, realizado em Akita, é popularmente conhecido como Festival das Lanternas. Neste evento, há desfiles exibindo enormes lanternas penduradas em varas de bambu e também competições de equilíbrio com elas. Ocorre entre 3 e 6 de agosto.

Sendai Tanabata é na sequência do festival anterior, e se inicia entre 6 e 8 de agosto na mesma região, mas no centro de Sendai. As ruas são todas decoradas para parecer uma floresta colorida, com shows de teatro, música e dança. No último dia, há o Hanabi, ou exibição de fogos de artifício do verão.

Anote essas dicas e se divirta pelo Japão!

Pesquisar

Archives

@visitJapanBR

Use a hashtag #visitjapanbr e mostre o Japão pelos seus olhos.

Please Choose Your Language

Browse the JNTO site in one of multiple languages